A Guardiã da Meia-Noite

19:30

Quando o mundo atravessa seus momentos mas tebebrosos, a esperança pode ficar nas mãos das criaturas mais sombrias...

O ano 1938, é o império nazista logo começará a se livrar de todos os que considera impuros ou indesejados. Um grupo de vampiros londrinos se opõe à destruição que ocorre no continente. Os terríveis planos de Hitler os obrigam a tomar uma atitude: enviar cinco dos mais fortes vampiros a Berlim - os milenares - para se infiltrar e destruir a máquina bélica dos nazistas. A bela vampira milenar Brigit é explosiva, mas seus poderes especiais são necessários para o sucesso da missão. Ela deve reunir toda a sua força para suportar a distância de seu amado Eamon, a quem ela transformou em vampiro quase oito séculos antes.
E ainda que Eamon deseje estar ao lado de sua amada, a melhor forma de ajudá-la é ficar distante, alimentando a profunda ligação psíquica que compartilham e a animando com sua devoção e as doces lembranças de seu amor. Mas, enquanto os milenares tentam se infiltrar e sabotar as estratégias de Hitler, descobrem que os nazistas estão mais preparados do que imaginavam. Forçados assumir ações mais perigosas, acabam por chamar a atenção de caçadores de vampiros especialmente treinados e leais a Hitler. Exposta, dentro do território inimigo, com oficiais nazistas em seu encalço, Brigit precisa tentar uma fuga ousada do continente, protegendo um tesouro, a única esperança de salvar a missão.

*texto retirado da contra capa de dentro do livro


*voz de locutor* Participei de muitas promoções para adquirir A Guardiã da Meia-Noite, sem sucesso. Agora chegou a minha vez!

A Guardiã da Meia-Noite foi lançado pela Editora Planeta e é uma série. Mas uma série pra nossa coleção! Como a gente adora! (risos)

O começo do livro me deixou um pouco confusa em relação as datas e a cronologia apresentada, que é praticamente divida em 2 partes: uma no ano de 1940 e a outra em 1938. Dentro dessas duas, também conhecemos uma época mais antiga, de quando Brigit e Eamon foram transformados. Contada dessa forma, a história parece ser confusa, mas na verdade é um diferencial: Nos deixa mais curiosos! Só conseguimos entender os acontecimentos do presente quando a história volta-se ao passado, e assim vamos enclareçando os fatos. E ao final do livro, as duas partes se entrelaçam juntando todos os pontos da trama.

Apesar da sinopse nos mostrar que essa história é sobre o amor entre Brigit e Eamon, o livro vai muito além disso! Acredito que, pelo fato de a autora americana Sarah Jane Stratford ser uma historiadora, o livro é recheado de fatos históricos, nos transportando ao ano de 1940, época em que a Europa estava vivendo os terríveis tempos da Segunda Guerra Mundial.

Os vampiros britânicos, não conformados com o que parecia ser o início da guerra, decidem intervir. Para eles a guerra não era vantajosa, já que faria com que sua fonte de "alimento" diminuísse.

Em 1938, Brigit, Mors, Cleland, Swefred e Meaghan partem na missão de impedir que os nazistas continuem executando seu plano de tornar a Alemanha "pura", um lugar sem judeus e vampiros. Brigit segue-se na missão mesmo sofrendo ao deixar seu grande amor em Londres. Eamon não pode acompanhá-la pelo fato de não ser um milenar e, sendo assim, é mais vulnerável às técnicas dos caçadores de vampiros. Mesmo distantes, os dois conseguem se confortar e, em alguns momentos, a música de Eamon chega para dar força à Brigit, como sempre fez. Uma ligação de amor que nem Otonia, e nem nínguem, conseguiu explicar.

Avançando à 1940, Brigit se encontra num trem com destino à Basileia, tentando passar despercebida como uma simples jovem irlandesa, mas ela está levando uma carga preciosa. Passamos parte da leitura tentando descobrir o que Brigit está guardando e, quando descobrimos, além de surpresos, começamos a torcer para que ela consiga completar sua missão.

Me deparei com algumas comparações sobre A Guardiã da Meia-Noite com as histórias de Anne Rice. Não sou especialista nas obras dela, mas sou fã da Anne Rice. Conheci suas histórias quando era menor (digo de idade, porque de altura tsc tsc, rsrs) e até hoje considero os seus os melhores vampiros. Lestat e Marius são meus preferidos!

Uma das características muito importante das duas autoras é a ideia de que vampiros consideram os seres humanos alimento e queimam quando expostos ao sol! (Uhul! Não me levem a mal, gostei bastante de Crepúsculo, mas Edward brilhando no sol foi meio estranho pra mim...).

Outra característica é que seus romances são apaixonantes e densos. Principalmente A Guardiã da Meia-Noite que, por se passar na 2ª Guerra Mundial, apresenta algumas cenas aterrorizantes e com muito sangue!

Nas obras de Anne Rice também somos levados à outras épocas, contadas pelas personagens em minuciosos detalhes, mas, as palavras super cultas (que dificilmente conhecemos) nos seus livros, não são tão frequentes em A Guardiã da Meia-Noite, o que facilita a leitura.

Então, o pessoal que gosta de suspense e uma história mais densa, com bastante conteúdo vai adorar A Guardiã da Meia-Noite.

O que vocês acharam?

ps: Se preparem, pois parece que vou entrar numa onda de vampiros.
rsrsrsrs

Outros posts legais

10 comentários

  1. Adorei sua resenha, é esse é o proximo da minha mega hiper lista....rs

    Bom saber que esta sendo bem cotado, a unica coisa que eu meio que fiquei "chateada" é pq é uma serie, nao q eu nao goste, mas serie da agonia....rs

    Bjos ;)

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ler esse livro, li ótimas resenhas sobre ele, e todos meio que comparando com os da Anne Rice. Como Anne Rice é minha autora favorita, e não só em histórias de vampiros hehe, estou louca pra ler A Guardiã da Meia Noite também;

    ResponderExcluir
  3. Ei Carol,

    Eu sou totalmente a favor da onda de vampiros rsrsrs adorooo

    Eu ainda não comprei este livro aff, são tantos na fila que não estou dando conta, mas quero muito ler :)

    Adorei a resenha.

    bjoo

    ResponderExcluir
  4. Esse esta na minha lista, mas ela é loonga e tenho que controlar os gastos. Mas gostei que conta o passado quando foram transformados os vampiros, não sabia que tinha isso, até a minha irmã tinha comentado que ao invés da Stephenie escrever sobre essa vampira desconhecida ai do Eclipse, podia ter escrito a história do Carlisle. É concordo brilhar no sol é bem estranho, até engraçado, o Edward vira purpurina de dia e não de noite.

    Bjusss

    ResponderExcluir
  5. Aninha: Obrigada! É mesmo são tantas séries. Mas eu ainda não ouvi falar quando que vai ser lançado o próximo. Mas não tem problema o livro não deixa muitas pontas soltas, na minha opinião, então dá pra você ler como um só mesmo.

    Nanda: Hehe, não é? Eu me interesso muito por livros de vampiros kkk, vai entender! Eles chamam atenção, não é mesmo? Obrigada!

    Cláudia: Pensou? A história de Carlisle eu com certeza leria! Seria muito interessante, se ela escrevesse, não só com aquela parte pequena em Crepúsculo que fala sobre ele... Eu não senti vontade de ler esse novo livro, nem apareceu direito essa vampira ai...kkkk Edward vira pururina mesmo haishaishais

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Uau.. Devo dizer que me interesso muito por assuntos de História como as guerras que houveram no mundo antigamente.. Principalmente a Segunda Guerra Mundial. Adoro os anos 40 e tudo o mais...
    O livro conta a história nessa época, e juntamente com os vampiros... *.* Adorei!

    E adorei a resenha. Deixa-nos com mais curiosos!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Carol adorei a resenha muito chique, ai eu adoro esse livro*

    ResponderExcluir
  8. Tô precisando urgentemente de um dia com 30 horas!!! Já estou com esse livro na minha estante há algum tempo e ainda não tive tempo para lê-lo! Confesso que estou esperando um pouco porque passei por uma longa fase de livros de vampiros e resolvi dar um tempinho!
    Se bem que depois de ler sua resenha, acho que já tá na hora de ler!!!
    Beijos
    Camila

    ResponderExcluir
  9. Sarah Jessica: Hehe, então você vai adorar! Obrigada :D

    Karlinha: Muito bom o livro né? rsrsr Eu tb adorei!

    Leitora Compulsiva: rsrsrs, é verdade. Bem que o dia podia ter 30 horas! Os vampiros estão me perseguindo ultimamente kkkk são vários títulos interessantes! rsrs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. EU LI E GOSTEI MUITO.
    NÃO É A TÍOICA MIDINHA DE VAMPIROS ATUAL, MUDOU UM POUQUINHO O ESTILO E AMEI. ^^

    ResponderExcluir

Olá leitor! Quero muito saber o que você do post!

-> Deixe nos comentários suas impressões, opiniões e expectativas. Só não vale contar algum spoiler sobre o livro, rs. Se quiser falar comigo e não quiser usar os comentários, você pode escrever para mim por meio do formulário de contato, clicando aqui.

Obrigada pela visita! :D


Leitores do Open

Nossa página no facebook

Cópia atribuida


Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Se usar algum texto não esqueça de citar a fonte.


Translate here: Google-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to English