22 de fevereiro de 2012

Resenha A Garota do Espelho de Prata


Título: A Garota do Espelho de Prata
Autor: Laura M. Castro
Editora: Novo Século - Novos Talentos
Número de páginas: 264
Ano: 2011
Sinopse: Anne é uma jovem de apenas 16 anos com enormes problemas: primeiro, seu país está mergulhado em uma guerra cívil entre o governo ditatorial de Nicolau Cortéz, o suposto Novo Regime, e os rebeldes Kingdom Fighters, que lutam pela volta da realeza à Ciwan. Segundo, por ter o Dom da magia. Anne terá que se esconder do ditador se não quiser ser recrutada.
E, terceiro, ela não tem a menor ideia de quem é. Já que acordou sozinha na floresta, com um enorme corte na testa e sem recordar sequer o próprio nome.
Ao lado do melhor amigo, de uma jovem Médium e dos Litlle Kingdom Fighters Anne terá que encarar a realidade da guerra, aprendendo a lidar com suas próprias perdas e seus próprios demônios, enquanto o intricado mistério que envolve a Garota do Espelho e sua antiga e desconhecida vida se desenrola.
É muito bom começar a escrever a primeira resenha da minha primeira leitura nacional do ano. E posso dizer, comecei com o pé direito. :) Vamos inverter a ordem da resenha hoje?

Antes de falar sobre a história, preciso dizer que há tempos queria ter a oportunidade de ler A Garota do Espelho de Prata – e a sua capa ma-ra-vi-lho-sa! – e só agora consegui colocar minhas mãos nele (risos)! Valeu a pena ter esperado tanto!

AGEP, como é carinhosamente chamado pela autora, Laura M Castro, é realmente, como dito em outras resenhas, encantador. Mesmo sendo o primeiro livro da Laura – que o escreveu aos 14 anos –, a história surpreende tanto pelo mistério, que nos faz formar novas hipóteses a cada capítulo, quanto, principalmente para mim, pela construção dos personagens. Sabem aquela sensação de, as vezes, não conseguirmos imaginar os personagens com clareza? Isso não acontece aqui. Ann, Sophie, Cris, Ben, têm sua personalidade bem definida desde o começo. Adorei a Ceci!

Outra coisa que adoro em qualquer livro é conseguir imaginar os cenários em que a trama se passa, e AGEP consegue dosar nas descrições e deixar também que o leitor coloque seus próprios elementos visuais dentro deles. (Risos) Estava muito inspirada durante a leitura e isso, também, graças a narrativa da Laura, que chega até a ser poética em alguns momentos.

... A grama era cortada apenas por uma trilha estreita e serpenteante de terra batida, que conduzia os visitantes do portão enferrujado até a porta da casa.
Essa parecia tão podre que um bom sopro poderia derrubá-la, e a maioria das janelas, desprovidas de vidraça, balançava precariamente ao sabor do vento. A pintura, que algum dia fora branca, estava em tom de amarelo sujo, que em alguns pedaços beirava o negro.
Certamente, o viajante, após passada a primeira surpresa por ver uma casa tão pequena no meio da floresta, concluiria que nada mais era do que uma ruína abandonada e desinteressante, e, sendo assim, prosseguiria seu caminho, para jamais voltar a pensar naquele edifício em particular.
Bem, isso seria uma pena, pois, embora ninguém pudesse pensar que aquela casa escondesse algo precioso, ela escondia.
(...)
E se ele tivesse conseguido abrir a porta, teria se deparado com uma cena bem diferente do imaginado, e quem sabe assim aprendesse a não se fiar tanto em aparências exteriores, que são, por muitas vezes, enganosas, pois assim que a porta se abrisse, ficaria evidente que a casa era abitada.
págs 11 e 12.

Para quem é fã de sobrenatural, algumas coisas são previsíveis mas o modo como a trama é desenvolvida, prende a nossa atenção. Intercalado com o enigma da misteriosa Sophie, há um pouco de magia, e cenas de romance – e negação - entre Ann e Cris (líder dos Little Kingdom Fighters). O garoto vive dizendo que os amigos irão se casar, o que deixa Ann furiosa.

No meio da preocupação para desenvolver o mistério do passado de Ann e da garota do espelho, a guerra civil que ocorria entre os rebeldes e o governo ditador ficou um pouco em segundo plano, o que não tira em nada o principal da história, mas a enriqueceria ainda mais se o conflito fosse mostrado com mais detalhes, em mais algumas páginas. (:

Anne tem 16 anos e é uma maga. Além disso, tudo o que ela sabe é que foi achada na floresta com ferimentos graves 6 anos atrás. Ela não sabe o que aconteceu, nem como fora parar lá. Aliás, ela não se lembra de nada do seu passado. Por causa disso, ela nunca conseguiu se unir verdadeiramente aos L.K.F. e viver no acampamento junto com as crianças e jovens do grupo rebelde dos “Kingdom Fighters” que luta contra o ditador que usurpou o trono da Rainha.
Ann prefere viver num casebre no meio da floresta, próximo ao local em que foi encontrada. Misteriosamente, a garota sempre teve uma ligação com a mansão ao lado da sua casa, que se intensifica quando ouve uma voz de dentro do edifício, chamando por ela.

Compartilhe

  • Delicious

6 comentários:

  1. Tenho curiosidade em ler este livro, primeiramente, quando conheci, a capa me chamou bastante a atenção, é muito bonita, e deixou com mais vontade de conhecer a história. =)

    ResponderExcluir
  2. Oi Carol, eu nunca ouvi falar desse livro mas fiquei tão curiosa pela história, que parece ser ótima e a capa é realmente muito bonita, eu gostei muito!

    Vou colocar na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é novidade para mim. Achei a capa muito linda e bem interessante, dá a sensação de mistério assim como a sua resenha deu. Coloquei no skoob em desejados, pois merece!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa que delícia, fiquei com muita vontade de ler! E a capa é lindaa!!

    ResponderExcluir
  5. Adoro a capa desse livro *_*
    Fiquei com vontade de ler!!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, fiquei super curiosa pela leitura. Adorei a dica. eu simplesmente AMEI a capa do livro. e a história parece que promete ser muito boa, sem contar que é Nacional.

    Adorei a resenha.

    Bjkas Carol.=)

    Blog Mundo Literário

    ResponderExcluir

Olá leitor! Quero muito saber o que você do post!

-> Deixe nos comentários suas impressões, opiniões e expectativas. Só não vale contar algum spoiler sobre o livro, rs. Se quiser falar comigo e não quiser usar os comentários, você pode escrever para mim por meio do formulário de contato, clicando aqui.

Obrigada pela visita! :D


Blogger Template by Clairvo