24 de setembro de 2012

Inspirando-se nos livros - Manual: Como se tornar o mocinho perfeito!

Mocinhos literários. Não negue, você os ama, ou pelo menos já caiu de amores por algum deles em algum momento de sua vida! Se hoje a literatura voltou novamente a ser moda e vende como água um dos motivos são eles! Fofos, misteriosos, problemáticos, desajeitados são partes muy hermosas de nossos livros favoritos. Quem nunca torceu por aquele casal desencontrado ou aquele carinha perfeito das páginas?

Nós, meninas amamos suspirar enquanto lemos e bem lá no fundo sempre temos um quedinha literária. Ou é só eu que tenho? Preparei um maluquete Manual: Como se tornar o mocinho perfeito! Ministério Open Page recomenda esse post a todos os leitores, especialmente a escritores que tentam criar um mocinho arrasante e a homens que quer ganhar a mulherada! Leiam as dicas, conheça mocinhos amados e siga seus exemplos. Afinal, eles tem moral com a bookaholicada!

More no Distrito 12 e seja padeiro!

Probably the best fan art of Peeta I have seen…Em quem se inspirar? Senhor Peeta Mellark! Se você não conhece essa figura, faz o favor, se mata! Sua vida é uma tragédia amiga! Como seria o mundo sem as doces e apaixonada palavras do padeiro do Distrito 12? Aquele perneta que desde a primeira série gosta da  Maria João Katniss. Lembrou? Apesar de ser padeiro, confeitar bolo, o menino é um doce, não, ele não é uma rapadura nem nada do tipo, só é um príncipe encantado do pão! Em meio ao caos que é sua vida em Panem, no distrito 12, em meio aos Jogos Vorazes, ele vai para o jogo e mesmo cara a cara com a morte não deixa de ser doce e amável, ainda mais com sua amada Katniss, sua adversária! Rapaziada fica a dica, as mulheres estão cada dia mais suspirantes por causa dos encantos desse tributo padeiro, depois que ele foi para os cinemas na pele do Josh Hutcherson piorou! Pois não só as leitoras mais todo o mundo ficou sabendo dele! Já viu né, é bom seguir o exemplo dele, ser respeitoso, incansavelmente apaixonado a ponto de morrer pela mulher amada! 

É dos safados que elas gostam! Seja um maníaco sexual!

É. Você não leu errado. Quem pensa que as mulheres são santas deve estar preso no século XV porque hoje a realidade é outra. A mulherada está é muito safadêinha! Não acredita? Basta ver o estrondo apocaliptico que a trilogia Cinquenta tons de cinza está fazendo! Vendeu mais que a coleção Harry Potter! ALÔ! MAIS QUE HARRY POTTER! E não tem nem seis meses que foi lançado! E o que fala essa série? Sexo, safadeza e mais safadeza! Eeeeeeeita está explicado! Peeta Mellark todo mundo ama, fofo, inocente, tipico genrinho que toda mamãe pediu a Deus, mas, a moda agora é ser mocinho alá Cristian Grey, o gostosão misterioso sadomasoquista que arrebenta na hora H, com a ( felizarda ) Anastasia Steele! Tenho certeza que os homens não terão dificuldade nenhuma em seguir essa dica, afinal, eles só pensam naquilo! Então anota aí a fórmula do sucesso: GOSTOSÃO + SER PROBLEMÁTICO + MISTERIOSO + BOM DE CAMA ( BEM MACHO ALFA! ) E tem garantia de sucesso? Ah, os números expressivos das vendas não mentem! 


Seja uma príncipe romeno da realeza vampira!

Aqui você vai precisar de uma ajudinha da natureza, afinal não é todo mundo que nasce vampiro em uma das famílias reais da Romênia né? ( Mas se essa for sua situação tudo bem! ) Porém pensando bem, se quiser, dá para fazer um cosplay de príncipe vampiro e os resultados são similares! Afinal, o Lucius Vladescu de Como se livrar de um vampiro apaixonado, nosso exemplo da dica conseguiu conquistar a Jess, a menina mais incrédula e racional que já se teve notícia no planeta Terra mesmo sendo vamp! Ela não acreditava em nada que não fosse lógico, provado pela ciência! E por fim acabou in love pelo Lucius, o vampirão gato/rico/cult/fino! Então não se desespere se no início seu cosplay de  príncipe vampiro europeu for um pouco hostilizada, com o próprio Lucius aconteceu assim e mesmo assim ele conseguiu a Jess!

A ideia principal do cosplay é parecer um ser vindo direto dos castelos romenos, imponente, com pinta de rei, para lá de mandão e não se esqueça da classe! Andar sempre impecável, bonito, cheiroso, com as melhores roupas, vocabulário rico, assuntos cultos, não medindo esforços para demonstrar seu amor pela amada! Vale cartas, diamantes, cavalos... nada de " parecer um típico adolescente babaca! " Não, o negócio é ser um completo cavalheiro apaixonado com ares de mal! Consegue? 

Brilhe no sol!

Agora trataremos de outro vampiro. Essa é mais velha que minha tataravó! Literalmente! A mais de cinco anos Edward Cullen vem sendo considerado a personificação do mocinho perfeito e por causa disso, rendeu a sua criadora, fama e dinheiro infinito! Além de que o cara tem quase 120 anos ( basicamente um zumbi vampiro que apesar disso nunca deixa de ter 17 anos. ) A fórmula do queridinho de Crepúsculo é essa: vampiro rico, vegetariano, incuravelmente romântico, bem meloso mesmo, que está disposto a matar pela amada! E ah, não se esqueça de brilhar ao sol, bem no estilo purpurina, mas ao ponto de cegar ok?

Porque será que 11 entre 10 mulheres são fãs desse cara de mármore aí? Por que ele é o que é, um príncipe brilhoso! Bora ser fofo, transplantar umas presas quando for ao sol não se esqueça de se lambuzar na cola e tacar purpurina! Mas se isso tudo for sacrifício ou caro demais, tem a dica da Duda de Como quase namorei Robert Pattison. Ela era mais uma dentre o oceano de fãs de Crepúsculo e principalmente de Robert Pattison! Foi só mudar para NY que ela se apaixonou pelo vizinho, a cara do Rob! ( Alô? É todo dia que a gente vai pra NY e dá de cara com Edward Cullen morando ao lado né? ) Então se você tem a cara do dito cujo, vá em frente e arrase!

Seja um adolescente perneta, metido a filósofo!

Momento emocionado do post! Como não virar a sensibilidade em pessoa ao falar de A culpa é das estrelas, de Hazel e Augustus Waters!? Mais fácil dar a volta ao mundo dando mortal para trás! Quer ser amado? Encarne o Gus e pronto! Ele era um garoto normal, dezessete anos, viciado games, assim como numa série literária sangrenta baseada em seu game favorito, um menino comum, a não ser por um detalhe, ele tinha câncer na perna e ao ir a um grupo de apoio a crianças câncer e lá conhece o amor de sua vida, Hazel, que também tem câncer nos pulmões! A partir desse encontro em trágicas circunstâncias surge um amor, longe de ser do tipo melô, mas verdadeiro, intenso. O Gus é todo desencanado mas por vezes revoltado, não é nenhum mocinho certinho, é excêntrico, irônico, dado a filosofar sobre a vida, a morte, o câncer, adora também uma metáfora, sua marca registrada. E o mais lindo, ele não mede esforços ao amar Hazel, para dar a ela a eternidade dentro de seus dias contados! Usa seu desejo de câncer para levá-la a Amsterdã para se encontrar um louco escritor, se oferece para escrever o fim do livro favorito dela. Enfim, não sei se alguém concorda, mais a fórmula de Gus pra mim é uma das melhores, de mocinho perfeito! Ai ai, se eu não fosse comprometida, queria que um Gus revoltado filosófico caísse do céu na minha vida!


Créditos da primeira imagem do post: Deviantart/author Nanorph

Compartilhe

  • Delicious

Sobre a convidada:

Geovanna G.: Dona do blog Garota das Letras, estudante, é obcecada em música e livros e vintage. Sonhadora, entre seus sonhos mais íntimos está a vontade de escrever um livro e aprender a língua da cidade luz.

|Leia mais +|

Um comentário:

  1. hahahahaha
    que post MASSA! haha
    bom, sendo sincera, já tive uma queda (tombo!) pel Edward, mas hoje eu desprezo o coitado! haha

    Gus... como não amar? ♥

    Provavelmente escolheria outros "mais reais", mas são tantos que fica difícil lembrar os nomes! HAHA

    Beijos ;*

    ResponderExcluir

Olá leitor! Quero muito saber o que você do post!

-> Deixe nos comentários suas impressões, opiniões e expectativas. Só não vale contar algum spoiler sobre o livro, rs. Se quiser falar comigo e não quiser usar os comentários, você pode escrever para mim por meio do formulário de contato, clicando aqui.

Obrigada pela visita! :D


Blogger Template by Clairvo