20 de janeiro de 2014

Resenha A Época da Inocência - Edith Wharton

Título: A Época da Inocência | Autor: Edith Wharton | Número de páginas: 416 | Ano: 2013 | Compre: Livraria Cultura |
A Época da Inocência se passa em Nova York, nos anos de 1870. O protagonista do romance, Newland Archer, é um jovem advogado que começa a questionar o mundo baseado nas aparências em que vive. Ele está próximo de se casar com May Welland, considerada uma boa moça perante todos e bastante agradável aos seus olhos, quando a prima de May, a Condessa Ellen Olenska chega à cidade.

Seus pensamentos sobre seu casamento com May, revelam, a partir daí, a ideia de que sua vida estaria condenada a ser sem graça e rotineira. Porém, Archer ainda tem planos de ensinar sua futura mulher ingênua a pensar, e a apreciar a arte e a vida cultural tanto quanto ele, coisas das quais sente falta em Nova York. Por outro lado, em sua visão Ellen é totalmente diferente de May: é a mulher corajosa e forte que deixou o marido na Europa com a ideia de se divorciar. Não é para menos, que ela o deixa extremamente encantado. Mas um divórcio seria um escândalo para a família que quer que o próprio Archer convença a condessa a voltar para a casa.

Primeiras frases
Numa noite de janeiro, nos primeiros anos da década de 1870, Christine Nilsson apresentava-se em Fausto na Academia de Música de Nova York. Embora já se falasse que nos remotos rincões metropolitanos "acima das ruas Quarentena" seria construído um novo teatro de ópera que rivalizaria em custo e esplendor com os similares das grandes capitais europeias, o mundo elegante ainda estava contente por reunir-se a cada inverno nos surrados camarotes vermelhos e dourados da velha e simpática Academia. Os conservadores gostavam dela por ser pequena e incômoda e, assim afugentar os "novos" que começam a inspirar a Nova York uma mistura de temor e atração; os sentimentais a apreciavam por suas associações históricas; e os musicais por sua excelente acústica, uma qualidade sempre problemática nas salas construídas para se ouvir música.

Não vou mentir dizendo que não estava esperando por um romance super apaixonado (estava! Vai entender, rs) mas acontece que a intenção da autora, ao meu ver, foi justamente mostrar a dicotomia entre a fantasia romântica dos personagens e a realidade imposta a eles. Como assumir aquele romance numa sociedade que ainda está presa aos antigos valores da Europa?

A linguagem foi agradável e gostei muito do modo da narrativa do livro. Bom, depois de Henry James, que é um dos autores mais difíceis que já li (pensando até agora), a escrita de Wharton acabou sendo bem mais fluida. Não sei se o fato se deve a tradução ou se era mesmo uma característica própria da autora, mas posso garantir que é menos rebuscada que a de James, rs - não estou reclamando, pois adorei Os Espólios de Poynton! Mas parando de comparar e trazendo uma curiosidade, não é que ambos os autores eram amigos? Chupa essa manga, rs.

Outra característica bastante presente na narrativa dA Época da Inocência, e que acredito que devo mencionar, é que a autora faz diversas menções à cultura da época, como peças teatrais que estavam em cartaz e seus artistas. Todas elas ganharam uma pequena explicação que aparece nas notas explicativas, presentes para ajudar o leitor contemporâneo.

Quando você começa a entender melhor todo o contexto da época e até pelo que a autora passou, sua história de vida - e a introdução ajuda muito nisso! -, a compreensão sobre vários elementos de A Época da Inocência fica muito melhor. Para vocês terem uma ideia, o livro começou a ser escrito ao final da 1ª Guerra Mundial e ganhou o prêmio Pulitzer no ano de 1921. Além disso, na introdução há também o comentário sobre os outros possíveis rumos para a história que foram descartados pela autora, muito legal!

Recomendado!
Adorei essa capa *__*.


Compartilhe

  • Delicious

Um comentário:

  1. Oi, eu tenho vontade de ler esse livro, cuja tematica sobre convencoes sociais e fantasias chamam atencao. Deve ser interessante o filme tambem. :-)

    Bjs

    ResponderExcluir

Olá leitor! Quero muito saber o que você do post!

-> Deixe nos comentários suas impressões, opiniões e expectativas. Só não vale contar algum spoiler sobre o livro, rs. Se quiser falar comigo e não quiser usar os comentários, você pode escrever para mim por meio do formulário de contato, clicando aqui.

Obrigada pela visita! :D


Blogger Template by Clairvo