23 de janeiro de 2015

Resenha Quando uma garota entra em um bar (+18)

Título: Quando uma garota entra em um bar | Autor: Helena S. Paige | Número de páginas: 240 | Ano: 2013 | Editora: Novo Conceito |
Se você é menor de 18 anos, clique aqui para ler sobre títulos juvenis e jovem adulto, pois o livro sobre o qual vou falar hoje é indicado somente para maiores de idade, rs.

Quando uma garota entra em um bar foi criado com uma proposta diferente pelas autoras amigas Paige Nick, Helen Moffett e Sarah Lotz, que compõem o pseudônimo de Helena S. Paige. Nele, a leitora é a protagonista da história. Mas você me pergunta: como assim? Eu também fiquei curiosa quando soube do livro e já corri para dar uma olhada nos primeiros capítulos que estão disponíveis no site da editora Novo Conceito, para saber como funcionava esse estilo diferente de narrativa.

A narrativa ocorre de forma a tornar a leitora a personagem principal da história, contendo frases no estilo de “você foi em tal lugar, encontra tal pessoa o que você faz?”. Nesses momentos existem algumas alternativas pelas quais você pode optar e que a levam para determinada página do livro. Assim, a trama continua a partir dessa escolha. A proposta das autoras é possibilitar que a leitora determine como ocorrerá a sua noite.

Apesar da tentativa de dar uma liberdade para a leitora escolher o que irá fazer a seguir, as opções acabam sendo limitadas. O livro também tem apenas 240 folhas, então, convenhamos, não há como ter tantas possibilidades assim (como acontece num jogo de rpg, por exemplo). A leitura é um pouco frustrante nos momentos em que você escolhe uma opção e, depois de seguir para a página indicada, é obrigado a voltar e escolher outra alternativa. Ou seja, nessas horas não seria necessário nem existir essas opções já que, não importa o que a leitora escolha, só há um jeito de seguir a história.

Em relação a diversidade o livro é interessante pois há várias pessoas com as quais a leitora pode escolher seguir para um encontro, que é, na verdade, um caso de uma noite. Tem para todos os gostos, sadomasoquismo, exibicionismo, relação com alguém do mesmo sexo etc.

Se você está procurando por um romance hot, mais apimentado, há muitos títulos por ai que são melhores em relação a personagens e, também, a história. Porém, se está querendo experimentar um estilo diferente onde pode, como personagem, optar pelo que irá fazer e ver como suas escolhas afetam a sua noite, deve apostar em Quando uma garota entra em um bar. Lembrando que o livro é indicado apenas para quem é maior de 18 anos, pois contém cenas de sexo que são bastante descritivas – a não ser que você deseje voltar antes para casa, rs.

Um ponto super positivo é que a leitora pode fazer várias leituras do livro, diversificando em suas escolhas e experimentando todos os finais possíveis.


Espero, no futuro, poder ler outros livros com essa estrutura de narrativa que possibilita maior poder para o leitor sobre a história, mas que não sejam, necessariamente, com a temática sensual. Quem sabe algum autor de fantasia não se inspira e resolve criar uma super aventura com o leitor protagonista? Agora com a vinda do ebook, então, poderia ser algo bem interativo e super bacana! Enquanto isso vou jogando meus rpgs por aqui, rs. :D

Compartilhe

  • Delicious

0 comentários:

Olá leitor! Quero muito saber o que você do post!

-> Deixe nos comentários suas impressões, opiniões e expectativas. Só não vale contar algum spoiler sobre o livro, rs. Se quiser falar comigo e não quiser usar os comentários, você pode escrever para mim por meio do formulário de contato, clicando aqui.

Obrigada pela visita! :D


Blogger Template by Clairvo