3 de setembro de 2015

Resenha A Serva do Império - Raymond E. Feist & Janny Wurts (A Saga do Império #2)

Título: A Serva do Império (A Saga do Império #2) | Autor: Raymond E. Feist e Janny Wurts | Número de páginas: 768 | Ano: 2015 | Editora: Saída de Emergência |
Depois que li A Filha do Império, tinha a ideia fortemente formada na minha cabeça de que A Serva do Império não conseguiria me surpreender mais do que o primeiro volume da saga. Como eu estava enganada (ainda bem)!

O livro conseguiu, novamente, me envolver numa trama inteligente e brilhantemente intricada na continuação dA Saga do Império, com direito a reviravoltas grandiosas!

Aviso: Esta resenha pode conter pequenos spoilers do livro anterior. Se você não leu A Filha do Império, dê uma olhada na resenha dele aqui

A Serva do Império nos traz de volta a Kelewan e à trajetória de Mara dos Acoma, que antes consistia em sobreviver às investidas de seus inimigos e realizar movimentos certos no jogo político dos Senhores do Império, mas que agora conta com novo tempero, graças ao surgimento de um romance não muito bem visto por sua conselheira anciã Nacoya.

Dessa vez, os conflitos são ainda mais sérios, com todo o mundo de Kelewan sendo influenciado pelo desenrolar da guerra em Midkemia, e Mara precisa estar atenta a um novo inimigo, Desio dos Minwanabi. Enquanto isso, um grande evento que irá mudar as sólidas tradições e seu mundo como os tsurani conhecem se aproxima.

Além disso, temos um novo personagem que quase rouba toda a cena e deixa Mara um pouco apagadinha do começo até o meio da trama (o final não tem jeito, todos os olhos estão voltados a ela novamente!). Kevin, um bárbaro capturado na guerra, imediatamente se destaca por sua liderança e cabelo ruivo, chamando a atenção de Mara (e do leitor), quando a Senhora visita o mercado de escravos. O jovem acaba sendo responsável por ajudar Mara a compreender melhor o povo de Midkemia, apesar de correr o risco de revelar seu segredo no processo, o que poderia lhe custar a vida.

Nesse segundo volume, a trama se entrelaça ainda mais com a Saga do Mago e podemos ver alguns acontecimentos por um ângulo totalmente diferente. Em A Serva do Império há, também, muito mais ação mesclada a estratégias para conquistar alianças e aumentar poder. Os conflitos políticos, que já se tornaram uma das características mais marcante da saga, estão ainda mais intensos e impiedosos (muita coisa sai da ameaça)!

É muito legal acompanhar como as ações de Mara no livro anterior vão dando resultado, e como ela lida com a crescente tensão. Antes, havia a possibilidade de arriscar mais, agora entretanto, com Ayaki e as muitas outras responsabilidades conquistadas por Mara ao longo dos anos, há muito o que temer e é necessário pensar melhor antes de agir. Afinal, um movimento errado e pode ser o fim dos Acoma.

Não vou negar que existem alguns capítulos que são um pouco maçantes com suas batalhas sangrentas intermináveis, e que, para mim, as partes que tratam dos inimigos de Mara conspirando contra ela, poderiam nem existir. Isso não tira o brilho da obra, o desenvolvimento da história conquista e a surpresa no final deixa aquele gosto de quero mais.

A Serva do Império tem uma capa tão bonita quanto a anterior, daquelas que nós, leitores, adoramos ostentar em nossas estantes (o título, os nomes dos autores e o desenho mais próximo são destacados em verniz). Arrisco dizer que a ilustração representa A Cidade Sagrada.

. Primeiras frases
"A brisa cessou. A poeira subiu em pequenos redemoinhos, lançando areia por cima da cerca de madeira que circundava o mercado de escravos. Apesar das correntes de ar fortes, a atmosfera estava quente e densa com o fedor de homens encarcerados e imundos, somado ao cheiro de esgoto do rio e do lixo apodrecido vindo do aterro situado atrás do mercado. Protegida atrás de cortinas de sua liteira decorada com enfeites brilhantes, a Senhora Mara afastou o odor para longe de seu rosto com um leque perfumado. Se aquela pestilência a perturbara, não deu sinais. A Governante dos Acoma sinalizou à sua escolta para que parecesse. Soldados vestindo armaduras verdes esmaltadas se detiveram e os carregadores suados baixaram a liteira."

Agora só me resta esperar que a Saída de Emergência Brasil lance A Senhora do Império ainda neste ano pois já estou muito curiosa para saber o desfecho da saga!

Compartilhe

  • Delicious

0 comentários:

Olá leitor! Quero muito saber o que você do post!

-> Deixe nos comentários suas impressões, opiniões e expectativas. Só não vale contar algum spoiler sobre o livro, rs. Se quiser falar comigo e não quiser usar os comentários, você pode escrever para mim por meio do formulário de contato, clicando aqui.

Obrigada pela visita! :D


Blogger Template by Clairvo