Depois da Última Dança - Sarra Manning

12/13/2017



Escrito pela autora britânica Sarra Manning – mesma autora de Adoráveis que, aliás, li em 2013 e adorei –, Depois da Última Dança é seu primeiro romance-quase-histórico publicado aqui no Brasil.

Digo quase-histórico pois os capítulos do livro são intercalados em duas épocas diferentes: uma se passa nos tempos atuais e a outra retorna à Londres da década de 1940, enquanto se desenrolava a Segunda Guerra Mundial. Existe uma relação entre ambas e, em um dado momento do livro, as tramas vão se conectar.

No passado conhecemos Rose, uma jovem que deixa o interior e chega a Londres em busca de uma nova vida. Seu sonho é conhecer o Rainbow Corner, uma espécie de restaurante-salão-de-dança sempre aberto destinado a entreter os soldados que passam pela cidade. Com ajuda de outras meninas que trabalham no lugar, Rose logo se junta ao time de voluntários do Rainbow Corner e passa a maior parte do seu tempo aproveitando as noites londrinas e seus salões dançando jive.

No futuro temos Jane, uma mulher estonteante que aparece num bar em Las Vegas vestida de noiva. Para Leo ela é uma visão e ele não pode acreditar na sua sorte quando ela propõe que os dois se casem, afinal Jane sempre quis se casar antes de completar 27 anos e aquele é o dia do seu aniversário. Algumas bebidas, risadas e flertes depois, Jane e Leo se tornam marido e mulher.

Mas nem tudo são flores. E, além disso, Depois da Última Dança não é uma comédia romântica.

A narrativa é ágil e bastante envolvente e uma das coisas que mais me surpreendeu logo no início do livro foi que os personagens principais não são bem o que parecem ser – especialmente Jane e Léo. Pelo contrário, a autora nos aproxima de cada um deles nos capítulos seguintes e mostra que suas motivações são duvidosas e eles têm muitos segredos por trás de suas fachadas confiantes. É engraçado ver a atmosfera de encantamento da noite anterior ruir enquanto um tenta ser mais esperto que o outro, até que Léo recebe uma ligação pedindo que retorne para casa pois sua tia-avó, com quem não fala há anos, está morrendo.

Mas porque Léo tem tanto receio de voltar? O que aconteceu para que ele e a tia rompessem? E Jane, o que a levou àquele lugar e quais são seus motivos para ir com o novo marido para o outro lado do mundo, bem no meio de um momento tão delicado?

Rose talvez seja a mais genuína dos três personagens. Ao chegar a Londres, fugindo de uma briga de família e da possibilidade de ser mandada para as Land Girls, ela se mostra uma jovem bastante ingênua e sonhadora. Ela quer mais, quer fazer algo importante e viver o glamour da cidade grande, mas, em tempos de guerra as pessoas são obrigadas a amadurecer mais depressa...

Ambas as histórias têm várias perguntas que vão sendo respondidas ao longo do livro e que prendem a nossa curiosidade até o final. Mas, apesar da trama de Léo e Jane ser bacana, a história de Rose na década de 40 é bem (bem) mais interessante e poderia ter rendido um livro só dela, rs. Quando um de seus capítulos acabava só pensava em pular os próximos para acompanhá-la de novo.

Depois da Última Dança conta duas boas histórias. Entretanto, ao terminar a leitura fica a sensação de que faltou aquele “algo mais”, uma justificativa mais forte para conexão das duas tramas e das suas personagens.

Título: Depois da Última Dança | Autor: Sarra Manning | Editora: Suma de Letras | Número de páginas: 336 | Ano de lançamento: 2016 | Compre na Amazon

Outros posts legais

0 comentários

Olá leitor! Quero muito saber o que você do post!

-> Deixe nos comentários suas impressões, opiniões e expectativas. Só não vale contar algum spoiler sobre o livro, rs. Se quiser falar comigo e não quiser usar os comentários, escreva para mim por meio do formulário de contato, clicando aqui.

Obrigada pela visita! :D


Leitores do Open

Nossa página no facebook

Cópia atribuida


Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Se usar algum texto não esqueça de citar a fonte.


Translate here: Google-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to English